fbpx

O BLOG DO CAMINHONEIRO

Empregos no transporte dá sinais de recuperação em 2021

Painel da CNT mostra saldo positivo na geração de empregos em transporte neste ano, mesmo com pandemia.

Os números de contratações mostram a retomada dos empregos no setor de transportes. De acordo com dados do Painel de Emprego da CNT – Confederação Nacional dos Transportes, em 2021 o saldo é positivo: são 45.782 contratações a mais do que demissões, de janeiro a abril.

O resultado é oposto ao ano de 2020, quando o saldo total ficou negativo: 51.338 desligamentos a mais do que novas oportunidades de empregos naquele ano.

Dentro do setor de transportes, o ramo de passageiros foi o mais atingido pela pandemia e os efeitos econômicos da Covid-19. Só no ano passado, o transporte de passageiros perdeu 99.755 postos de emprego a mais do que os que foram criados no mesmo período.

motorista com a mao no volante

Transporte de cargas puxou a alta de empregos em 2020 e 2021

De acordo com o painel, em 2020 somente o ramo de transporte rodoviário de cargas gerou 49.866 mais vagas de emprego do que demissões. Na verdade, o número cresceu praticamente em todos os meses do ano, com exceção de abri, maio e dezembro.

Já em 2021, este mesmo modal gerou, até abril, 45.782 novos postos de empregos, praticamente o resultado de todo o ano passado. Para se ter uma ideia da mudança, nos primeiros quatro meses de 2020, o saldo de empregos ficou negativo em 141 vagas. Vale lembrar que abril e maio foi o auge das restrições da pandemia, o que gerou o maior número de demissões em todo o período analisado.

Se olharmos ainda mais para trás, vemos que os novos empregos no transporte de cargas em 2021 superam, também, os resultados no mesmo período de 2019: são 45.782 contratações neste ano, contra 21.710 naquele ano. O aumento dos serviços de entrega, principalmente de compras realizadas pela internet, gerou uma sobrecarga no setor de transportes durante a pandemia. Um dos reflexos dessa alta na demanda é a geração de empregos. Outra consequência é o aumento, também, do número de acidentes nas estradas, como informamos nesta notícia aqui.

Norte e Nordeste tiveram o menor crescimento de empregos em 2021

Considerando os resultados por estado, como mostrado na tabela acima, vemos que os estados do Nordeste e do Norte são os que tiveram o menor saldo na geração de empregos, especialmente no modal de transporte rodoviário de cargas. Sergipe foi o único a ter saldo negativo, com 13 demissões a mais do que contratações. Alagoas ficou com saldo zero, enquanto o Acre teve apenas 3 vagas de emprego a mais do que desligamentos.

Já no Sudeste e Sul, a situação foi bastante diferente. São Paulo e Minas Gerais puxaram a alta dos números positivos, como já se esperava. Os dois estados são os que possuem a maior malha rodoviária do país e estão em posições geograficamente estratégicas, ligando todo o norte ao centro-sul do país.

No estado paulista, o saldo, em 2021, chega a 18 mil novos postos de empregos, enquanto os mineiros geraram mais de 5.500 vagas além das demissões.

Os estados são seguidos por Paraná, Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Sul. Do eixo Norte-Nordeste, somente a Bahia aparece entre os 10 primeiros.

Estados com saldo positivo de empregos no transporte de cargas em 2021:

  1. São Paulo: 18.029
  2. Minas Gerais: 5.558
  3. Paraná: 3.866
  4. Santa Catarina: 2.887
  5. Goiás: 2.468
  6. Rio Grande do Sul: 2.335
  7. Bahia: 2.250
  8. Mato Grosso: 2.184
  9. Rio de Janeiro: 1.251
  10. Mato Grosso do Sul: 1.147

Conclusão

Os efeitos da pandemia ainda se refletem em vários setores da economia. Na área de transportes, vemos uma queda drástica no total de contratações no modal de passageiros e um aumento nas vagas de empregos para o transporte de cargas. O resultado é fruto do aumento, entre outras coisas, das vendas por internet devido às medidas de isolamento social.

O transporte rodoviário de cargas é o que mais impactou positivamente os números de empregos de 2020 pra cá, puxando para cima o saldo de vagas geradas sobre demissões. Cabe, entretanto, criar-se uma política de recuperação nos demais setores da economia, bem como um planejamento adequado para a absorção destes trabalhadores do transporte de cargas, principalmente com foco no controle da jornada de trabalho e rdução dos acidentes.

Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais. Você pode conhecer mais sobre a Astran clicando aqui.

E se você também ama caminhão, não deixe de conhecer a nossa campanha Eu Amo Meu Caminhão. Basta clicar aqui.

Compartilhe essa notícia nas suas redes:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Quero me associar

scania r440 azul

SINISTRO 24H

Ligue grátis 0800 027 6130

 ou ligue para 4003-6561

Socorro e atendimento de urgência 24h por dia, 7 dias por semana.

ATENDIMENTO

Ligue para 4003-6561

Whatsapp (27) 99910-0328

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30.

2ª VIA BOLETO

Ligue para 4003-6561

Whatsapp (27) 99910-0328

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30.

TRABALHE AQUI

Envie seu currículo para o

nosso banco de talentos

Mande seu currículo para o e-mail vagas@grupoastran.com.br

logo astran branca

E-mail: astran@grupoastran.com.br
Endereço: BR 262 – KM 9,5 S/N – Caxias do Sul – Viana – ES – 29136-350
CNPJ: 18.762.919/0001-88
Horário: Segunda—Sexta: 08:00 ás 17:45

FAÇA PARTE DA NOSSA EQUIPE

Preencha e anexe o seu currículo