fbpx

Tabela de Frete tem decisão sobre legalidade adiada pelo STF

A legalidade da tabela de frete estava prevista para ser votada ainda no início de setembro, mas decisão foi adiada pelo STF. Ainda não há previsão para a nova data.

Parece que a os caminhoneiros ainda vão ter que esperar para saber sobre a inconstitucionalidade da tabela de frete mínima.

O ministro Luiz Fux, atendendo a pedidos da Advocacia-Geral da União (AGU), retirou o tema da pauta da reunião que ocorreria em setembro. O adiamento foi pedido pois o governo negocia uma solução alternativa ao piso mínimo, os acordos coletivos, defendidos pelo ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas.

A justificativa do STF foi dar mais tempo para que uma negociação satisfatória ocorra entre todas as partes interessadas.